top of page
Buscar

Luxação Acromioclavicular

Definição de Luxação Acromioclavicular

A luxação acromioclavicular, comumente referida como lesão AC, ocorre quando há um deslocamento das articulações que conectam a clavícula ao acrômio (parte superior da escápula). Esta lesão é frequentemente causada por um impacto direto no ombro, resultando na separação das duas estruturas ósseas.


Fatores de Risco

Os principais fatores de risco para a luxação acromioclavicular incluem a prática de esportes de contato como futebol e rugby, atividades que envolvem quedas de bicicleta ou moto, e acidentes que resultam em um golpe direto no ombro ou uma queda sobre a mão estendida.


Sintomas Comuns

Os sintomas mais comuns incluem dor severa no topo do ombro, especialmente ao tentar levantar o braço ou carregar objetos pesados. Pode-se observar um inchaço visível ou um "degrau" na linha do ombro, onde a clavícula se encontra com o acrômio.


Diagnóstico

O diagnóstico de uma luxação acromioclavicular é inicialmente baseado no exame físico e nos sintomas relatados. Imagens como raios-X são essenciais para confirmar o grau de separação das articulações e identificar possíveis fraturas associadas.


Opções de Tratamento

O tratamento pode variar de conservador a cirúrgico, dependendo da gravidade da lesão. Tratamentos não cirúrgicos incluem imobilização com tipoia, gelo, repouso e fisioterapia. No entanto, em casos de lesões mais graves, que envolvem maior deslocamento, o tratamento cirúrgico pode ser a melhor opção para restaurar a estabilidade do ombro e minimizar o risco de complicações futuras.

Como especialista em cirurgia de ombro e cotovelo, realizo procedimentos que visam não apenas corrigir a luxação, mas também fortalecer a articulação para prevenir futuras lesões. A cirurgia geralmente envolve a reconstrução dos ligamentos danificados e a fixação da clavícula para restabelecer o alinhamento correto.


Recuperação e Complicações

A recuperação após o tratamento cirúrgico inclui um período de imobilização seguido por fisioterapia, que é crucial para restaurar a amplitude de movimento e fortalecer os músculos ao redor do ombro. A maioria dos pacientes pode retornar às suas atividades normais dentro de alguns meses, com um acompanhamento contínuo para garantir uma cura adequada.

Embora as complicações sejam raras, podem incluir infecção, problemas com os implantes usados na fixação, e dor persistente. Uma abordagem cuidadosa no tratamento e no acompanhamento pós-operatório ajuda a minimizar esses riscos.


Conclusão

Se você está sofrendo com dor e instabilidade no ombro devido a uma luxação acromioclavicular, é fundamental buscar tratamento especializado. Com minha experiência em tratamento conservador e cirúrgico, estou preparado para oferecer o melhor cuidado possível, visando uma recuperação completa e eficiente.


Não deixe uma lesão no ombro limitar sua vida. Agende uma consulta presencial ou teleconsulta hoje e dê o primeiro passo para um ombro mais saudável e funcional!


*Este artigo é fornecido para fins informativos e não substitui o aconselhamento médico profissional. Para diagnóstico e tratamento adequados, consulte sempre um especialista.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page